O Fantasma do Idealismo e a Força do Populismo

lula

 

Quem gosta de pobreza é acadêmico universitário, população pobre quer conforto e melhorar sua situação.

Em 1989, segundo pesquisas apontadas por Andre Singer, o eleitorado de Lula era composto por pessoas de CLASSE MÉDIA e CLASSE ALTA. A propósito, o PT era o favorito entre quem possuia mais dinheiro. E Fernando Collor, candidato da direita que venceu, era preferido pelas classes baixas.

Observem que curioso: a esquerda, movida pelo idealismo, vencia entre as pessoas com maior renda.

Esse cenário se manteve até a primeira eleição de Lula. Sem uma base legislativa, o Governo Petista decidiu comprar votos no conhecido Mensalão, que veio a tona e escandalizou a classe média, que via nele a esperança da mudança na política nacional.

Acuada e se sentindo traída, a maior parte da parcela desses setores (mas não toda) se lançou no PSDB. Apoio esse que foi crescendo conforme o tempo passava e as “novas pessoas da classe média” não lembravam dos tempos pré-petismo. Novamente o idealismo moralizador, mas agora à direita. Parcelas também se dividiram ao centro (Marina e a REDE), à extrema direita (família Bolsonaro) e à esquerda (PSOL). Outros setores da classe média, igualmente idealistas, se mantiveram com o PT.

As manifestações pelo Fora Dilma e pelo Fica Dilma também foram sugestivas. Segundo o DataFolha, AMBOS os protestos possuíam maioria de classe média. Ou seja, até mesmo a polarização ideológica de esquerda e direita nada mais era do que uma rivalidade de classe média.

E o povo pobre e periférico? O mesmo que votava na direita? Começou a votar no PT devido aos benefícios MATERIAIS que ganhava: Bolsa-Família, Minha Casa Minha Vida, Prouni.

Esse fator, mais determinante, garantiu que a Dilma ganhasse de Aecio em 2014.

Agora é 2016. Hoje é 02 de Outubro, dia do primeiro turno.

Segundo a pesquisa Datafolha, Marcelo Freixo (Psol) é o favorito entre quem recebe mais que dez salário mínimos. Ou seja, entre a classe alta.

Entre a população pobre, com até dois salários mínimos, a liderança está com Marcelo Crivella (PRB), ligado a Igreja Universal.

Quem vota no candidato DE ESQUERDA, o voto idealista, de mudança da política, são novamente os setores mais endinheirados. O pobre vota no indicado das lideranças locais, das Igrejas influentes em sua comunidade.

Vejamos São Paulo. O favorito entre os ricos, disparado, é Dória. Com um discurso “anti-políticos tradicionais”, nova política, anti-esquerda, livre mercado.

E quem ganha entre os pobres? Russomanno (PRB), mesmo partido de Crivella, conhecido por programa de televisão em que ajuda o consumidor e ligado à Igreja.

Ideologia não coloca comida na mesa. Enquanto as classes média e alta procuram messias que vão moralizar a política e mudar tudo, a população pobre e periférica apenas quer teto, comida e condições de trabalho, de auxílio social. O pobre escarra sobre todos os idealismos políticos igualmente.

A Direita seria atingida da mesma forma que a Esquerda, mas ela é o Partido da Ordem, do status quo. As velhas familías coronelistas e tradicionalistas da política nacional, que estiveram por trás do ARENA e da UDN, são quem dão as regras do jogo, com o apoio das lideranças religiosas e forças diversas entranhadas na máquina do Estado. Apenas direitistas idealistas nunca verão seus sonhos realizados, apesar de agirem como cães de guarda dos reais donos do Brasil.

Se o Socialismo, em especial o Socialismo libertário, quer ver seu triunfo e se tornar uma força com potencial transformador, deve abdicar de seus idealismos utópicos inferteis e se transformar numa alternativa com saídas CONCRETAS às populações pobres e miseráveis pelo país, sob o risco de se tornar apenas um estilo de vida para a satisfação do ego das classes médias brasileiras.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: